Nota fiscal eletrônica

Notícias

11 de fevereiro de 2019

O Estado do Rio de Janeiro está apto a partir de 01.04.2008, a utilização da Nota Fiscal Eletrônica, a princípio contribuintes dos setores de fumo e combustíveis, e os demais ramos durante esse exercício. 

Para o consumidor final, ou seja, para a população, não muda em nada no dia-a-dia na aquisição de produtos e ou mercadorias, o que vai mudar é na arrecadação geral do Estado e Municípios, uma vez que esse tipo de procedimento a partir de agora, diminui em muito à sonegação fiscal, pois agora, o Estado terá condições de verificar toda movimentação de compra e venda de mercadorias de todo setor produtivo. 

Os ganhos para a Administração Tributária serão significativos. 

A Nota Fiscal Eletrônica é a principal ferramenta para a reforma tributária no campo prático, por que dá transparência ao comércio interestadual e maior segurança a fiscalização. 

Como a implantação da Nota Fiscal Eletrônica, à que se ter urgência na Reforma Tributária, pois os impostos e as alíquotas pagas no Brasil sob à arrecadação das empresas, alem de serem quantitativas, são altíssimas em termos de alíquotas. 

Ramires Rodrigues de Souza 
Contabilista

Comentários